sexta-feira, 25 de setembro de 2009

SP em P&B


4 e meia da manhã, dilúvio em BH.

Ai, dureza, acordar cedo (madrugada) para viajar a trabalho, e ainda debaixo de um temporal?

Droga de aeroporto longe!!!!!!!!!!

Troquei o sapato. O que eu tinha escolhido tinha a meia aparente, ia ensopar tudo.

Chamei o taxi, que chegou super rápido.

Marcelo foi me levar lá na portaria, que delícia de marido.

Ia aterrisar praticamente na hora, não fosse o fato de que o avião teve de subir de novo quando já avistávamos a pista de Congonhas.

"Xi, fechou"- comenta o moço do meu lado, fato que até me assustou, para falar a verdade, pois normalmente quase não troco palavras com ninguém no avião. O oposto de uma conhecida, que simplesmente beijou seu vizinho de poltrona (que até então nunca tinha visto na vida) durante praticamente todo seu vôo internacional. Mas isso é um caso em um milhão, que deveria ir para o Guinness!

Liguei para avisar que me atrasaria para a primeira reunião.

Ainda bem que os paulistas entendem tudo o que se refere a trânsito caótico e atraso de vôo. Choveu? Melhor ainda. Pode processar se alguém brigar com você!

Enquanto a garoa molhava São Paulo, uma espessa camada de nuvens cobria a cidade deixando o céu todo branco, que nem cobertura de chantily.

Ao final do dia, entro na casa de minha amiga Miriam e me deparo com um lindo quadro de um beijo em Paris.

Vontade de estar em Paris.

Vontade de beijar em Paris.

Não era como o quadro que ilustra esse post, mas tão lindo quanto, talvez ainda mais!

E mais garoa.

E mais conversa, como é bom colocar o papo em dia!

E dá-lhe comida boa, boas risadas, e boas checadas de e-mail porque afinal de contas estava ali pra trabalhar!

No outro dia, café da manhã saudável e pé na estrada, ou melhor, na Avenida.

Depois do treinamento, sigo para o Consulado Americano.

Tremo, mas não é de nervoso, é de frio. 12 graus centígrados!!!!!! Tá nevando!

Fila, deixo o celular guardado, passo por uma revista, faço amizade com algumas companheiras de espera, mais precisamente com duas, muito simpáticas e de São Paulo. Mais fila, pré-entrevista, espero de novo (e muito), dou uma corridinha no banheiro enquanto minhas novas amigas seguram minha bolsa, volto pra fila, tiro impressão digital, mais espera para a entrevista final, fome, barriga roncando (por que eu não almocei antes ?), mais fila para pagar a taxa do visto de negócios, e ainda outra para pagar a taxa do sedex, onde estão minhas amigas, será que algum dia as verei de novo?

Ah, Starbucks! Agora minha viagem a São Paulo tem a cara da minha ida a Boston.
Como não tem chá? Tudo bem, vou de mocha latte mesmo...

Consigo antecipar o vôo pela primeira vez, ôba!

Descubro que a aeronave tá atrasada, mas tudo bem, ainda assim chego em Confins uma hora antes do que chegaria com a minha passagem antiga.

Meia hora para o próximo ônibus até BH?????? De que adianta antecipar o vôo nessa terra?

Fecho os olhos e tento dormir.

Estou nos braços de Marcelo, dou um beijo estalado na Júlia.

Sonho?

Não, voltei pra casa.

E mês que vem tem mais...


6 comentários:

  1. Oi Lois, P&B quer dizer preto e branco?

    ResponderExcluir
  2. Sim!
    Adorei o título SP em P & B... rs rs
    E foi pensando no poster de Paris em preto e branco, e também no céu branco da cidade naquele dia...

    ResponderExcluir
  3. Bom mesmo é fazer parte desse texto e do seu dia em SP. Liti e eu adoramos o post.

    ResponderExcluir
  4. Linda foto, Lois! Viagem e fotografia, aliás, têm tudo a ver! Olhando as fotos a gente viaja de novo, eba!!! Hum... que vontade de ir a Paris, hehehehe

    ResponderExcluir
  5. Que inveja desse seu dia! Que saudade de vc e da Miriam!!! Que delícia! Você, SP, Paris, Beijo, risadas e comida boa! AMEI!

    ResponderExcluir
  6. Faltou o beijo, esse eu deixei pra Bh rs rs
    Saudades de você também!
    Você, Miriam, Alessandra, Ana fazem muita falta...

    ResponderExcluir