domingo, 13 de setembro de 2009

Viagem de Domingo




Domingo tem sido meu dia eleito para viajar pela internet.


Normalmente, para não dizer em quase 100% das vezes, uso a danada para o trabalho, mais precisamente para e-mails, centenas, milhares, zilhares deles.


Mas no domingo tenho procurado aproveitar um tempinho para checar as novidades: ver as recentes fotos de minha grande amiga que está morando na Austrália e que é simplesmente a mais nova vizinha do guitarrista do ACDC; dar uma visitadinha no recente blog que descobri, o garotinharuiva.blogger.com, onde aproveito para me enriquecer culturalmente e aprender que, na Rússia, o domingo é o dia mais movimentado da semana.

Sim, é isso mesmo! Enquanto nós, brasileiros, conhecemos beeeem aquela rotina de almoço em família e uma cochilada básica depois (não que eu faça isso - eu almoço, mas não cochilo rs rs), os russos movimentam as cidades fazendo compras em meio a um trânsito de pessoas fervilhante. De acordo com a autora do blog, somente os bancos e as escolas fecham!


É, sem dúvida essa é uma visão diferente do domingo. Tudo bem que nossos shoppings tem funcionado, e muitas outras casas comerciais também, mas estamos longe desse auê, que aliás deve ser bem interessante!


Essa história de rotina é uma coisa meio maluca, pois ao mesmo tempo que queremos fugir dela, às vezes amamos encontrar o conhecido: a mesma deliciosa padaria para se tomar o café da manhã do final de semana, o mesmo tempinho reservado para a internet, os mesmos amigos para trocar confidências... O novo, o antigo, o novo, o antigo...


E formar uma nova rotina, em um lugar desconhecido, com pessoas desconhecidas? Pois é isso que meus intercambistas fazem. Intercâmbio é participar do dia-a-dia de um outro povo. Leia-se: atividades rotineiras, mas uma rotina nova, que nunca foi sua!!! E aí, essa rotina pode ser considerada rotina??

Outro dia o Pedro, um de meus intercambistas, mandou o link para seu blog, que vou dividir com vocês. Nele é possível navegar pela rotina de um adolescente no exterior, aquela história de acordar de manhã, ver a neve na calçada e tiritar de frio enquanto espera o escolar (para descobrir que as meninas entram primeiro no ônibus... - que tal adotarmos essa prática de primeiro mundo?).


Apesar de já ter escrito um livro sobre intercâmbio, jamais fui tão fundo em tão genuína descrição. Obrigada, Pedro! Com você pude aprender ainda mais!


E obrigada, Pedro e Bella, por mais duas fotos estonteantes...


PS - O link do blog é:http://hearthehush.blogspot.com/

2 comentários:

  1. Que bacana o blog do Pedro, espero que ele não se importe com penetras! Ah, morri de rir da coisa de agradecer a comida, aqui também é assim! Achei tão estranho quando comecei a reparar que toda refeição era seguida de váaaaaarios (não apenas um) agradecimentos e elegios. Thanks Mum, that's great mum, thanks Darl, that's beautiful, thanks! O melhor pra mim foi quando o pai pegou um pão, fez um sanduiche, ele mesmo, e virou-se para a mulher e agradeceu, de verdade: thanks for dinner, Darl! Beeeeeeeeijos Lois!

    ResponderExcluir
  2. muito bacana mesmo !
    agora, sua amiga ser vizinha do guitarrista do AC/DC, meu que sorte hein !! :))

    Ah ! estou sorteando 10 livros no meu blog...entre lá e participe !! :)

    bjos e bom final de semana !

    LuRussa
    www.garotinharuiva.blogger.com.br

    ResponderExcluir