sábado, 15 de maio de 2010

Uma penetra no city-tour da CVC

El Caminito, no Bairro La Boca


La Bonbonera, o estádio do Boca


Casa Rosada, Plaza de Mayo


Embaixada do Brasil em Buenos Aires.


Obelisco, o símbolo da cidade.


Essa escultura é feita de metal de aeronaves americanas, o escultor é argentino e obviamente custou uma fábula... Ela sem células foto-elétricas que fazem com que a flor abra durante o dia e se feche à noite... Magnífica.


Penetra com estilo, vamos dizer assim. Primeiro porque não entrei no city-tour de graça, afinal de contas eu paguei. O que ocorre é que o city-tour do hotel não era o city-tour da CVC, era outro. Outro e mais caro... O do hotel era 60 Pesos, e o da CVC, 40. Bom, 40 para mim, porque para os outros já estava incluído no pacote. Claro que quando eu ouvi o guia chamar na recepção do hotel “City tour da CVC”, eu fui lá correndo ver se arrumava um lugarzinho. Pôxa, muito melhor do que o outro. Primeiro para conhecer o serviço da CVC, segundo porque o guia falava português, terceiro porque teria companhia de brasileiros para conversar um pouquinho nesse meu único dia como turista e quarto porque ia economizar 20 pesos (não necessariamente nessa mesma ordem).

Meu Deus, como Buenos Aires está cheia de brasileiros! Só se ouve Português nos pontos turísticos! O pior é que toda vez que eu queria arrasar no espanhol, bastante eu dizer um “Hola” e o pessoal já sacava que eu vim do Brasil. Que meleca, isso! Uma aula de pronúncia urgente!!! Quero voltar à infância para aprender uma língua sem sotaque!!!! :)

O City-tour contemplou o principal da cidade: Plaza de Mayo (com a Casa Rosada e a Catedral Metropolitana), o bairro de Retiro, Recoleta, Palermo, o estádio La Bonbonera (do Boca Juniors), a Republica de La Boca, local do Caminito, e por fim uma passadinha no Puerto Madero – lindo, lindo. Deu vontade de voltar e fazer uma visita descompromissada, só para sentir a cidade. Sem compromissos, só com a preocupação de não se preocupar com nada...

Por falar em preocupação, quase morri de estresse ao perceber o atraso para o término do city-tour. Eu com um traslado marcado para o aeroporto às 13 h, e nada do guia aparecer no ônibus para sairmos do La Boca... 12:15 ERA o horário marcado. 12: 35 foi quando o guia entrou no ônibus. Voa, motorista!!!!!

Ao final do city-tour, um rapaz muito simpático (argentino), que havia tirado fotos dos turistas antes, entregou a cada passageiro uma foto-montagem da pessoa dançando tango (PHOTOSHOP). A minha ficou realmente horrorosa e não comprei, mas a da senhora que estava do meu lado ficou ótima. Aí eu disse a ela para comprar, que ela tinha ficado linda e ela começou a rir.

-Eu nessa foto? Até parece!

-Mas é a senhora!

-EU??? TÁ LOUCA????

-É a senhora, olha o seu rosto aqui! O rapaz fez um trabalho no computador e encaixou o seu rosto no corpo sarado dessa moça de meia arrastão, e...

(Nunca vi uma pessoa tirar o dinheiro tão rápido da carteira para acertar o regalo!!!)

Dá-lhe Buenos Aires!!!! Volto para te ver! Besos e abrazos!!!!

PS – Em um momento de ímpeto “100% TURISTA” tirei uma foto com um dançarino de tango no Caminito!!!! Que vergonha, meu Deus!!! Sabe uma gringa na roda de samba? Foi assim que me senti! Mas viajar é isso, despir-se de preconceitos e virar criança de novo! Nem que seja para dançar tango de bota e óculos escuros! E viva a Argentina!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
(Essa foto resolvi não colocar... Fica a cargo da imaginação dos leitores!)

8 comentários:

  1. Vim retribuir a visita! E gostei de tudo! Que vontade de ler teus livros!
    Escrevi um... infantil... mas não publiquei... quem sabe um dia?
    E, se gostas de viajar... que tal TAILANDIA?????
    Mas enquanto não vem, tem um pouco do que há por aqui, lá no ´´UMA ESPOSA EXPATRIADA´´!!
    É incrivelmente diferente de tuuuudoooo!
    Acho que vais gostar!
    Bjka!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita!!! Certamente vou conferir seu blog! Tenho amigas que são esposas expatriadas também... Se é diferente de tuuuuudo, sei que vou adorar!

    ResponderExcluir
  3. Lois, taí uma coisa que eu ainda não aprendi a gostar... Eu fujo de city tour que nem diabo foge da cruz! Acho que é trauma da viagem que eu fiz de ônibus com a família pelo sul do país... enfiada no ônibus, pulando de galho em galho, até o Paraguai, êta programinha de índio paraguaio!!!

    ResponderExcluir
  4. Hahahaha.... Eu entendo! Overdose de city-tour ninguém merece! Mas eu acho que uma vez é interessante, principalmente se você tem pouco tempo (que era o meu caso) e precisa ter um panorama da cidade...

    ResponderExcluir
  5. Oi Luiza,ao acaso encontrei seu blog e gostei,aliás amei...muito, também estou indo lá no palavras de criança. Menina,choro com tudo!é muito legal. Mal posso esperar para contribuir com algumas perolas de Danilo. Bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi Luiza, ao acaso encontrei seu blog e amei! Também estou visitando o palavras de criança e choro com tudo,muito legal! A maternidade me deixou besta e mal posso esperar para contrinuir com as perolas de Danilo! KISSES DEAR

    ResponderExcluir
  7. Oi Sarah, bem vinda, aguardo seus comentários no Palabra de criança!!! A maternidade deixa todo mundo besta mesmo, não se preocupe kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Ai que delícia todos esses seus posts sobre Buenos Aires - reviveu minha viagem pra lá em 2007. É uma cidade que recomendo muito a todos, e voltaria ,nem que seja para passar um final de semana. É muita cultura ! amo BA.

    Parabéns pelo sucesso e muito mais sucesso e felicidade pra vc !!

    bjos

    LuRussa

    ResponderExcluir